Fale com Suporte
voltar
Compartilhar:

Big Data e RH: entenda como a ciência de dados promete revolucionar o setor


O setor de RH possui muitos desafios, e um deles é como melhorar os resultados e aumentar a receita sem investir em gastos desnecessários. Por isso, o Big Data tem sido uma ótima opção na área por diversos motivos.

Seja para medir o desempenho profissional ou melhorar os processos de contratação, a tecnologia é vista como uma aposta de futuro para o setor.

Quer saber por que o futuro do rh está no big data? Continue lendo este artigo.

Big Data e RH: uma combinação de sucesso

Contar com um time de profissionais altamente qualificados é o objetivo de qualquer empresa que quer se manter competitiva no mercado. Isso porque o gerenciamento de um negócio está diretamente ligado às decisões a serem tomadas, que podem tanto trazer benefícios quanto prejuízos.

Por isso, é preciso reconhecer que a transformação digital é uma realidade que precisa ser encarada de frente, porque o comportamento das pessoas tem mudado constantemente e consideravelmente.

Nesses novos cenários, o big data se apresenta como uma mudança estrutural no setor de RH, à medida em que é possível refinar as decisões estratégicas por meio de uma análise de dados qualificada.

Acontece que a tecnologia gera inúmeros dados capazes de substituir a expertise dos profissionais do setor por uma análise mais completa sobre os melhores candidatos às vagas ou mesmo os colaboradores com mais potencial para crescer.

Como o cenário é visto pelas empresas?

Atualmente, existe um grande acúmulo de informações na internet, que registram inúmeras interações e conexões dos usuários na rede.

Para você entender melhor a dimensão disso, o professor Viktor Mayer-Schönberger, da Universidade de Oxford, revela que a cada minuto são registradas mais de 2 milhões de consultas no Google.

O professor citou também outros dados, mas só nesse exemplo dá pra compreender o grande volume de informações que alimentam esses bancos de dados. Mas o que isso significa?

No setor de RH, é possível com o big data acessar essas informações que contribuem muito com a avaliação do desempenho profissional e análise de pessoas.

Exemplos bem sucedidos

Além do Google, é claro, muitas outras empresas utilizam ferramentas como o big data na gestão de pessoas. Dois exemplos são as empresas Evolv e Knack, que conseguiram alcançar ótimos resultados com uma análise profunda de dados.

A Evolv, especializada em software de análise de dados, contratou os serviços da Xerox, que revelou que os colaboradores que utilizam uma ou mais redes sociais têm menos chances de aumentar a rotatividade da empresa. Assim, as decisões estratégicas passaram a ser refinadas, considerando os novos insights.

Já a Knack, empresa do Vale do Silício, contou com a ajuda de psicólogos para criar jogos capazes de coletar dados interessantes sobre as qualidades dos colaboradores. Por meio deles foram determinados alguns atributos como a empatia e disposição ao risco, indicando mais ênfase no comportamento dos jogadores do que necessariamente o resultado do jogo.

Ou seja, com o big data aliado ao RH, essas empresas passam a refinar o seu olhar estratégicos garantindo decisões mais assertivas sobre a sua própria produtividade.

Principais aplicações da cultura de dados no setor

Contudo, o setor de RH também pode utilizar ferramentas como o big data em outras aplicações que vão além de medir a performance.

Com as constantes inovações, as decisões estratégicas têm alcançado resultados sobre o turnover, aumento da retenção de talentos e outros.

Para entendermos melhor a abrangência das aplicações da tecnologia na área de recursos humanos, destacamos os seguintes aspectos:

  • Mais assertividade nas contratações

Utilizando a tecnologia de big data aliada ao RH, é possível otimizar as contratações encontrando os profissionais mais alinhados às suas estratégias.

Esse processo se torna ainda mais rápido, fazendo um mapeamento comportamental dos candidatos e identificando os profissionais com o fit cultural esperado.

  • Acompanhamento de performance

Outro ponto é que com ferramentas de analytics o setor pode acompanhar a performance da empresa de maneira mais completa.

Com essa avaliação, as decisões estratégicas consideram os insights mais direcionados e são melhor direcionadas, trazendo mais eficiência para a área de recursos humanos..

  • Identificação de falhas de processos

Um ponto importante de qualquer negócio é saber o que funciona e quais são os empecilhos que atrapalham o crescimento.

Com o uso de big data, porém, é possível identificar essas falhas com mais rapidez e eficácia, promovendo aceleração na correção desses erros e, consequentemente, diminuindo os custos operacionais.

  • Identificação e retenção de talentos

Outro ponto é que o RH passa a contar com gráficos mais detalhados sobre o desempenho, produtividade e resultados entregues, proporcionados pelo uso da tecnologia.

Com isso, é possível identificar os profissionais de alta performance, garantindo promoções mais justas e agilizadas, diminuindo também as possibilidades de perder colaboradores por falta de incentivos.

  • Processos de contratação mais inteligentes

Por fim, com o uso da tecnologia é possível cruzar os dados de candidatos por meio dos registros digitais como as mídias sociais.

Assim, é possível direcionar o RH para encontrar as pessoas mais qualificadas às vagas oferecidas e melhorar os processos de contratação, que passam a representar menos custos à empresa.

Vantagens do Big Data para o setor de RH

É claro que não podíamos terminar este artigo sem levantar as principais vantagens no uso dessa tecnologia que é uma aposta revolucionária para a área de recursos humanos.

Decisões mais estratégicas e eficazes

Quando o assunto é RH, é preciso reconhecer o cenário interno e externo da organização. Por isso, é preciso ter informações claras sobre o planejamento e estratégias do negócio.

Com o big data é possível ter acesso a inúmeras informações que auxiliam os processos de gestão, refinam as estratégias e tornam as decisões mais cuidadosas.

Menos custos e erros operacionais

Para otimizar os recursos do RH, o big data auxilia na identificação e mitigação de diversos erros operacionais que impactam diretamente a saúde da organização.

Além disso, contribui para o fortalecimento da área à medida que traz mais objetividade e agilidade na tomada de decisões, o que pode evitar diversas falhas.

Melhoria contínua da gestão de pessoas

Outro ponto importante é que a área de RH pode controlar melhor o turnover, a cultura organizacional e a entrega de resultados.

Isso tudo porque o investimento em big data torna mais fácil a compreensão das informações mais essenciais ao negócio, contribuindo para o alinhamento constante das expectativas e qualidade da operação.

Melhoria da análise preditiva

Por fim, outra vantagem bastante significativa é percebida na análise preditiva, melhorando a visão sobre as probabilidades de um candidato deixar a organização.

Com isso, a área de recursos humanos passa a antecipar e priorizar as suas escolhas diante do cruzamento de dados importantes sobre a aderência de um candidato à empresa.

Se você gostou do conteúdo e quer saber como a Toccato pode te ajudar, entre em contato conosco!

Artigos relevantes

Transformação digital: como ela impulsiona a análise de dados

Transformação digital: como ela impulsiona a análise de dados


A transformação digital na análise de dados é crucial para o sucesso empresarial. Ela permite a leitura de informações com…

Leia mais
Como a virtualização de dados da Denodo transforma seu negócio

Como a virtualização de dados da Denodo transforma seu negócio


Descubra como a parceria entre Denodo e Toccato transforma o seu negócio! Com a virtualização de dados da Denodo e…

Leia mais
Toccato + Google Cloud: nova parceria em Cloud Computing

Toccato + Google Cloud: nova parceria em Cloud Computing


Temos o prazer de anunciar uma nova dimensão em nossa oferta de serviços: a parceria da Toccato com o Google Cloud…

Leia mais

Calcule a sua maturidade em dados