Fale com Suporte
voltar
Compartilhar:
13 tendências de mercado que sua empresa precisa acompanhar em 2018

13 tendências de mercado que sua empresa precisa acompanhar em 2018


Ficar por dentro das tendências de mercado é uma forma de garantir vantagem frente a concorrência, porque, normalmente, são elas as responsáveis por ditar os processos organizacionais e, consequentemente, isso altera o rumo dos negócios.

Além disso, os novos recursos e aprendizados, sobretudo aqueles que têm a ver com a tecnologia, colocam você numa posição de destaque, pois, por meio deles, é possível enxergar o futuro e antever situações complexas de um cenário posterior.

Logo, fica mais fácil aprimorar e corrigir possíveis erros de produtos ou serviços. Sem mais delongas, confira agora as tendências de mercado em 2018.

1. Home office

Quanto mais cedo você se acostumar com a ideia do trabalho remoto, melhor será para organizar e direcionar as atividades. Pois, com a expansão da internet e as facilidades proporcionadas pelas novas tecnologias ficou mais fácil pensar em flexibilidade operacional.

Hoje, mais de 12 milhões de pessoas prestam serviço para empresas que aderiram a essa modalidade como forma de economizar e lucrar mais. E, de acordo com o relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT), em parceria com a Eurofound, a adoção do sistema de trabalho à distância é real e crescente.

O documento intitulado: Working anytime, anywhere: The effects on the world of work, destacou os benefícios do teletrabalho para empregador e colaboradores. Nesse pacote de benfeitorias está o ganho de autonomia, flexibilidade e produtividade. A sua empresa está preparada para isso?

2. Personal branding

O marketing pessoal é outro tema forte neste ano, pois, cada vez mais, as pessoas são vistas como instrumentos valiosos pelas marcas. Nesse sentido, a construção da imagem tem o objetivo de estruturá-las, desenvolvê-las e protegê-las de contratempos desnecessários.

Isso quer dizer que a boa reputação é um dos quesitos fundamentais para o sucesso pessoal na internet. 

3. Automação dos processos

Lidar com as demandas diárias e ainda administrar os dados da melhor maneira possível não é uma tarefa tão simples. Dessa maneira, os softwares de gestão ganham mais e mais espaço nas esferas organizacionais, porque eles ajudam a otimizar tempo e dinheiro de um jeito eficaz.

4. Business intelligence (BI)

O excesso e a descentralização de informações, no dia a dia de uma empresa, tendem ao erro e retrabalho. Por isso, a necessidade por sistemas de inteligência de negócio deve crescer significativamente, uma vez que eles ajudam a otimizar todo o conteúdo.

No caso do BI, especificamente, você tem a chance de coletar, organizar, analisar, compartilhar e monitorar as referências, de uma forma mais simples e assertiva. Por meio de uma tela, o gestor consegue acompanhar, em tempo real, o panorama corporativo. Ou seja, a gestão facilitada e otimizada deve falar mais alto em 2018.

5. Cloud computing

A computação em nuvem também faz parte das tendências de mercado, porque os softwares online dão mais autonomia para a equipe, que pode acessar qualquer dado, independentemente da hora, do lugar e do dispositivo utilizado. Para que você tenha uma ideia, só no Brasil, o segmento faturou mais de R$ 2 bilhões em 2016.

6. Inteligência Artificial (IA)

No que tange à gestão empresarial, a inteligência artificial é fundamental para articular as demandas corriqueiras. Pois, a tecnologia elimina a necessidade da força intelectual humana nos processos simples e recorrentes, dando as equipes mais tempo de se concentrarem em atividades estratégicas.

Em 2017, empresas como Microsoft e o Grupo Alibaba também anunciaram investimentos no segmento de inteligência artificial. A primeira pretende desembolsar cerca de US$ 3,5 milhões em startups especializadas nesse tipo de assunto e a outra, como forma de manter a liderança no mercado, vai investir US$ 15 bilhões em IA.

7. Internet das coisas

A “Internet of Things” ou IoT, como também é chamada, reforça o time das tendências de mercado. Só este ano o setor vai movimentar, aproximadamente, US$ 8 bilhões, apenas, no Brasil.

A integração desse sistema às atividades corporativas, por exemplo, auxilia o gestor na tomada de decisão. Porque, a partir da captura e armazenamento, os dados são transformados em informações estratégicas.

8. Segurança

Com tantos dados circulando pela rede, nada mais prudente do que adotar mecanismos de proteção. Afinal de contas, a probabilidade de eles serem violados existe. Em 2016, as ações do cibercrime geraram prejuízos bilionários em mais de 150 países. Isso reforça ainda mais a ideia de foco nos dados.

9. Ferramentas analíticas

A informação relevante vai continuar ditando o rumo das estratégias. Por isso, a adoção de sistemas de mensuração de dados como Analytics crescerá. Afinal, hoje em dia, não tem como manter um negócio a todo vapor, baseado em decisões tomadas no escuro.

Tenha em mente o seguinte: quem lida com a crescente competitividade no mercado está ganhando experiência, pautada em dados confiáveis e estratégicos.

10. Mobile

O uso de smartphones e tabletes é crescente no mundo todo. Tanto é verdade que mais de 90% dos brasileiros preferem eles ao desktop.

Neste ano, a publicidade direcionada aos dispositivos móveis crescerá cerca de 52%, gerando um faturamento superior a US$ 130 bilhões. Ou seja, quem estiver preparado para atender a essa demanda pegará a maior parte da fatia.

11. Ensino a distância

Quem gostaria de obter um certificado reconhecido, estudando de qualquer lugar? Pois é, essa é a nova realidade de milhões de pessoas espalhadas pelo mundo.

Afinal, a flexibilidade, aliada ao baixo custo, tem atraído a atenção, inclusive, de empresas que lideram no segmento, disponibilizando um formato de ensino escalável e flexível. Em outras palavras, mais lucro e menos gasto.

12. Sustentabilidade

Assuntos relacionados ao meio ambiente chegam com tudo em 2018. Pois, a otimização de processos, envolvendo matérias-primas, também entra na pauta administrativa.

Nesse sentido, larga na frente quem souber integrar esse conceito aos valores organizacionais. Aliás, o tema é excelente para as organizações que buscam reposicionamento no mercado.

13. E-commerce

O comércio eletrônico foi, e continua sendo, uma das tendências de mercado. O faturamento estimado para este ano é de R$ 61 bilhões.

Com tantas expectativas de crescimento e prosperidade, a necessidade por sistemas automatizados de gestão de emissão de notas, controle de estoque, logística, além de mecanismos e certificados de segurança atualizados também deve aumentar.

Ter a oportunidade de enxergar o futuro e corrigir os possíveis erros é um trunfo valioso para gestor antenado. Por esse ângulo, podemos dizer que as tendências de mercado contribuem para uma tomada de decisão assertiva.

E aí, você estava por dentro de alguma dessas tendências de mercado? O artigo lhe ajudou? Então, ajude outras pessoas também: compartilhe-o nas redes sociais! 

 

Artigos relevantes

BigQuery + Looker: solução para acessar big data

BigQuery + Looker: solução para acessar big data


BigQuery e Looker são ferramentas complementares. Entenda como elas podem se unir para simplificar a agilizar a análise de big…

Leia mais
5 tendências de inteligência artificial generativa

5 tendências de inteligência artificial generativa


Produção de insights e necessidade de governança de dados são algumas das tendências apontadas pelo relatório do Google Cloud sobre…

Leia mais
Como a virtualização de dados da Denodo transforma seu negócio

Como a virtualização de dados da Denodo transforma seu negócio


Descubra como a parceria entre Denodo e Toccato transforma o seu negócio! Com a virtualização de dados da Denodo e…

Leia mais

Calcule a sua maturidade em dados