Fale com Suporte
voltar
Compartilhar:

WAM


A WAM é uma sociedade incorporadora, que atua diretamente com o segmento de multipropriedade. Presente no mercado há sete anos, atualmente, é composta por 17 empresas, em setores como hotelaria, parques, entre outros. Com o desafio de tornar-se uma corporação semelhante às holdings, a companhia expande a utilização do Business Intelligence da Qlik, em parceria com o Grupo Toccato, excelência em estratégia de dados, e com a Desq, empresa com foco em entregar soluções de gerenciamento para o cliente.

A decisão de utilizar Qlik em todas as áreas da empresa se deu por conta da iniciativa de unificação entre os empreendimentos da WAM. Para se ter uma ideia, atualmente, três soluções de BI estão implementadas, dificultando o gerenciamento estratégico. A ideia é que todas os views e dashboards sejam consolidados no Qlik, definindo-o como a ferramenta corporativa central.

De acordo com Rogério Mendes, Diretor de TI da WAM, a solução foi escolhida devido ao alto desempenho e usabilidade. “O fator decisivo para a padronização de Qlik foi a qualidade da ferramenta em si. Em minha visão, a solução continua sendo a melhor do mercado quando falo de self-service. Com ela, conseguimos dar ao usuário maior autonomia para criação de dashboards e emissão de relatórios de acordo com a necessidade de cada área. Assim, é possível tirar demandas da TI e atribuir insights mais assertivos de acordo com as demandas que surgem”, conta.

O futuro da WAM e a utilização do BI

Para 2020, a corporação busca substituir todas as ferramentas de BI por Qlik, além de implementar a ferramenta em toda a empresa. Hoje, alguns setores já contam com a solução, como o financeiro e contábil, além da camada de gestão e inteligência de negócios da empresa. A ideia é, de fato, implementar uma estrutura de BI corporativa, com informações cruzadas entre si.

Guilherme Tavares, CEO do Centro de Serviços Compartilhados (CSC) do Grupo Toccato, pontua que o ganho obtido pela WAM será exponencial, tornando, assim, o poder de tomada de decisões mais estratégico e concreto. “A gestão baseada em dados traz somente resultados positivos. Os insights podem ser obtidos a qualquer momento, com facilidade, por meio de filtros criados no próprio BI. Enxergamos ganhos exponenciais, que, sem dúvidas, possibilitarão visões mais assertivas à empresa como um todo”, destaca.

Já Rogério Faria, Sócio da Desq, conta que o desafio para o futuro é unificar a corporação e gerar painéis mais claros à empresa. “Criar um mapeamento do perfil geográfico do cliente da WAM foi uma tarefa complexa. Para solucionar essa questão, a Desq conseguiu gerar uma visualização clara dentro do Qlik, por meio de mapas, que indicam a origem e destino dessas pessoas. Além disso, a unificação do grupo também está em pauta dentro do projeto”, explica.

A WAM traçou os caminhos a serem percorridos no futuro: para 2020, todos os processos serão migrados para Qlik e a operação será padronizada; para 2021, a análise preditiva será o foco central; em 2022, com roadmap mais amplo, outras tecnologias serão acrescentadas nesse planejamento, como, por exemplo, inteligência artificial, além de ter uma estrutura baseada em Business Intelligence.

Veja outros casos

Ferreira Costa Varejo

A Ferreira Costa adotou a plataforma da Qlik, multinacional de software de visualização de dados.

Ver caso completo
FCC S.A. Indústria

A Fábrica Carioca de Catalisadores S.A. implementou o BI da Qlik para a integração de diferentes informações transacionadas

Ver caso completo