Fale com Suporte
voltar
Compartilhar:
Os impactos da inovação e a tecnologia na experiência de consumo

Os impactos da inovação e a tecnologia na experiência de consumo


newsletter toccato

Novas tecnologias e inovações têm cada vez mais foco no cliente. Diretamente, esses recursos proporcionam uma otimização da experiência de consumo, algo cada vez mais valorizado. Atualmente, a simples relação comercial de compra é pouco. O público é cada vez mais exigente e busca momentos mais completos.

A empresa que entende esse movimento e otimiza sua atuação tem mais espaço no mercado, além de maior competitividade. Neste post você vai entender como é importante adaptar-se às novas tecnologias e entenderá quais inovações contribuem para a experiência de consumo. Confira!

As novas tecnologias e a importância da adaptação

Novas ferramentas e tecnologias inovadoras são lançadas no mercado a todo momento. A era digital abre espaço para recursos de grande importância às empresas, especialmente no âmbito gerencial. É muito comum fazer uso delas, entretanto, isso vai além de uma escolha. É necessário adaptar-se.

Os recursos tecnológicos surgem como verdadeiras soluções a várias etapas do trabalho de diferentes negócios. Seguir cada uma dessas tendências é fundamental para manter uma empresa atualizada e capaz de entregar o que o consumidor precisa. A propósito, o foco no público é cada vez maior.

Seu comportamento, hábitos de consumo e preferências são informações de extrema importância. Se uma empresa conhece bem esses fatores, sua capacidade de entregar produtos precisos é maior. Entretanto, atualmente a busca vai além disso. É fundamental promover uma experiência de consumo completa.

As ferramentas de Business Intelligence (BI)

O BI é um campo já muito conhecido e que tem ganhado cada vez mais ferramentas. Trata-se da análise de dados como forma de percepção de tendências. As empresas gerenciam e observam informações para obter insights internos e externos. Como resultado, o negócio entende detalhadamente como seu consumidor se comporta.

É possível obter dados amplos, como:

  • gênero;
  • preferências relacionadas a produtos;
  • hábitos na hora de comprar;
  • localização geográfica;
  • faixa etária;
  • condição socioeconômica.

Com cada vez mais companhias usando as ferramentas de BI, a tendência é que elas estejam mais próximas do que o consumidor espera. Nesse cenário, se o seu negócio não se adapta, a perda de competitividade é grande. É difícil ser concorrente de uma empresa que conhece a fundo o cliente se você não sabe o mesmo.

As inovações como forma de melhorar a experiência de consumo

Diante da percepção da maior exigência do consumidor, cada vez mais surgem plataformas e softwares voltados para atender isso. As inovações são direcionadas à experiência de consumo, ou seja, à relação comercial completa. Hoje, a venda é só uma parte disso. Para alcançá-la, é preciso cumprir com outros requisitos.

A jornada de compra é composta por diversas etapas, desde a captação da atenção do consumidor, passando pela oferta de um conteúdo útil, até finalmente chegar na relação comercial final. Para conseguir a conversão, cada um desses momentos deve ser conduzido de forma adequada, visando a satisfação total do consumidor.

Diferentes inovações precisam ser aplicadas para atender esses momentos da jornada de compra. Muitas vezes, elas vêm por meio de softwares de apoio, mas também podem ser aplicadas em lojas físicas. O importante é ter o apoio desses recursos para promover uma experiência marcante ao consumidor.

As principais inovações aplicadas ao consumidor

O foco na experiência de consumo tem feito as empresas trabalharem com diversos métodos que possibilitem essa maior assertividade. Uma boa estratégia começa na oferta de produtos voltados à preferência de cada cliente, mas esse trabalho também passa pela otimização do processo de compra.

A seguir, entenda como as inovações, com base na análise de dados e em outras tecnologias, proporcionam vantagens que agregam à experiência de consumo!

Mapeamento de perfil de consumo

O mapeamento é o ponto de partida para muitas outras inovações que podem ser executadas. Essa estratégia consiste em avaliar todas as atividades dos clientes diante do seu negócio. Contudo, o foco é no perfil de consumo, ou seja, nas preferências e nos costumes que essa pessoa tem na hora de comprar.

São avaliados diversos pontos, como os itens favoritos, tamanhos e cores, a forma de pagamento mais utilizada, o tipo de frete escolhido e uma série de outros detalhes. Com isso, é possível traçar um perfil profundo e com informações bastante fiéis a cada pessoa.

A empresa, por meio da análise desses dados, cria bases que serão utilizadas em estratégias de marketing e na jornada de compra. O perfil de consumo permite ter amplo conhecimento de cada cliente, e assim exercer a inovação de forma precisa. Como resultado, a experiência de consumo é precisa.

Personalização de acordo com os dados de navegação e compras

Uma das mais importantes fontes de dados está na atividade de usuários em e-commerces. Toda sua navegação pode ser registrada e os dados ficam disponíveis para as empresas posteriormente. A partir daí, é possível realizar análises mais profundas que ajudam a entender o comportamento do público.

A interferência acontece no momento em que esse usuário acessa novamente a página. Os dados são utilizados para gerar páginas mais adequadas para cada pessoa, de acordo com suas preferências. São analisados o histórico de compras e o acesso em produtos e diferentes links dentro do site.

Com isso, toda vez que o e-commerce for acessado, aquele cliente terá uma página inicial mais atrativa, pois ela vai mostrar itens que interessam mais. As chances de conversão e fidelização crescem consideravelmente nesse momento.

Compras direto do e-mail marketing

O e-mail marketing é uma ferramenta que pode ser utilizada com muita eficiência. Disparos programados levam ofertas, lançamentos e boas possibilidades aos clientes, sempre com base nos seus dados de preferências. O e-mail pode também agilizar o processo de compra, diminuindo as etapas.

Com os produtos certos, é possível ofertá-los ao cliente e evitar que ele precise ir ao site e procurá-los. Dessa forma, o consumidor é direcionado ao checkout e só precisa inserir dados de compra e concluir o pedido. Essa é uma estratégia mais direta, voltada a quem já é cliente recorrente da marca.

A análise de dados e o trabalho diante dessas informações é parte fundamental de uma estratégia com foco na experiência de consumo. Dessa maneira, é possível obter bons resultados e conduzir um negócio competitivo, que saiba como fidelizar seus clientes.

Diante de tantos novos recursos e soluções, sua empresa também precisa se adaptar aos novos tempos. Isso garante melhor desempenho diante do mercado. Saiba agora como fazer a transformação digital necessária!

ebook-guia-do-comportamento-consumidor-no-varejo

Artigos relevantes

BigQuery + Looker: solução para acessar big data

BigQuery + Looker: solução para acessar big data


BigQuery e Looker são ferramentas complementares. Entenda como elas podem se unir para simplificar a agilizar a análise de big…

Leia mais
5 tendências de inteligência artificial generativa

5 tendências de inteligência artificial generativa


Produção de insights e necessidade de governança de dados são algumas das tendências apontadas pelo relatório do Google Cloud sobre…

Leia mais
Como a virtualização de dados da Denodo transforma seu negócio

Como a virtualização de dados da Denodo transforma seu negócio


Descubra como a parceria entre Denodo e Toccato transforma o seu negócio! Com a virtualização de dados da Denodo e…

Leia mais

Calcule a sua maturidade em dados